PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Estalão

ORIGEM: Suíça

UTILIZAÇÃO: Cão de companhia, guarda e de quinta.

CLASSIFICAÇÃO F.C.I.: Grupo 2 - cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides, Cães de Montanha e Boieiros Suíços.
Secção 2.2 - Molossóides do tipo Montanha

Sem provas de trabalho

Aspecto geral


Existem duas variedades do Cão de São Bernardo:

- A variedade de pêlo curto (pêlo duplo) e

- A variedade de pêlo comprido.

As duas variedades são de grandes dimensões e o seu aspecto geral é nobre.
O corpo é robusto, vigoroso, musculado e harmonioso; a cabeça é imponente; a expressão é atenta.

1. Trufa 2. Chanfro 3. Depressão naso-frontal 4. Crânio 5. Orelha 6. Olho 7. Lábio 8. Barbela 9. Caixa Torácica 10. Anteriores 11. Pés Anteriores 12. Codilho 13. Articulação escápula-umeral 14. Occiput 15. Garrote 16. Linha Dorsal 17. Garupa 18. Inserção da cauda 19. Cauda 20. Joelho 21. Posteriores 22. Tarso 23. Articulação coxo-femoral 24. Pénis 25. Rins

CD - Altura ao Garrote. AB - Comprimento do corpo. EF = 2 x EG. HI - Perímetro torácico.


Pêlo Comprido Pêlo Curto

Proporções Importantes

* Proporção procurada entre a altura ao garrote e o comprimento do tronco = 9 : 10 (o comprimento do corpo é medido da ponta do ombro à ponta do ísquio).

* Proporção procurada entre a altura ao garrote e a altura do peito, ver o croqui seguinte.

* O comprimento total da cabeça é ligeiramente superior a 1/3 da altura ao garrote.

* A relação entre a altura do chanfro (medido deste a raiz) e o seu comprimento é de aproximadamente de 2:1.

* O comprimento do chanfro é ligeiramente superior a 1/3 do comprimento total da cabeça.

Comportamento / Carácter

De carácter amável, temperamento calmo a vivo. Vigilante.

Cabeça

Geral: Possante, expressiva e de aspecto imponente.



                              

Cabeça São Bernardo

     Convergência
eixos crânio-faciais

Região Craniana

Crânio: Visto de frente e de perfil, a parte superior do crânio, larga e forte, é ligeiramente abaulada; quando o cão está em alerta, a inserção das orelhas formam uma linha recta com a parte superior do crânio; o crânio funde-se em cada lado num arredondamento suave na região jugal que é alta e fortemente desenvolvida. Na sua parte anterior, o frontal desce de uma forma abrupta até à raiz da cana nasal. A protuberância occipital é ligeiramente marcada enquanto que as arcadas supraciliares são fortemente desenvolvidas. Desde a raiz do chanfro, o silion frontal é marcado prolongando-se pelo linha média do crânio. A pele do frontal forma por cima dos olhos ligeiras pregas que convergem em direcção ao siliom médio. Quando o cão está em alerta, ficam bastante marcadas; em estado normal são mais discretas.

Stop: Bem marcado

Região facial

Trufa: larga e angulosa; é de cor negra. As narinas são bem abertas.

Chanfro: de largura homogénea; chanfro direito com uma depressão mediana discreta.

Lábios: O bordo dos lábios é pigmentado de negro. O lábio superior, fortemente desenvolvido, é estendido mas não demasiadamente pendente; forma junto à trufa um arco de grande raio. A comissura labial fica visível.

Maxilares / Dentes: maxilar superior e inferior fortes, largos e do mesmo comprimento. Dentição bem desenvolvida. Articulada em tesoura ou em pinça, regular e completa. O prognatismo inferior é admitido sem perda de contacto dos incisivos.
A falta dos PM1 (pré molares 1) e dos M3 é tolerada.

Olhos: De dimensão média, de cor castanho escuro a avelã estão moderadamente encovados nas órbitas; a expressão é meiga. O bordo das pálpebras é completamente pigmentado. Procura-se pálpebras fechadas naturalmente; um pequeno vinco na pálpebra superior, bem como na pálpebra inferior deixando aparecer um pouco da conjuntiva são admitidos.
Orelhas: De tamanho médio; inserção alta e larga. A concha auricular é fortemente desenvolvida . A extremidade do lóbulo auricular é suave e de forma triangular arredondada; o seu bordo posterior é ligeiramente afastado, o bordo anterior está bem colado à face.

Pescoço

Possante e de comprimento suficiente. A barbela da garganta e do pescoço é moderadamente desenvolvida.

Corpo

Geral: Aspecto geral imponente, harmonioso, com boa aparência e bem musculado.

Garrote: Bem marcado.

Dorso: Largo, potente e firme. A linha superior é direita e horizontal até à região lombar.

Garupa: Longa, ligeiramente inclinada; funde-se harmoniosamente na inserção da cauda.

Peito: Caixa torácica moderadamente descida com costelas bem cintadas, mas não em forma de tonel; não devem descer abaixo do codilho.

Linha inferior e ventre: Ascende moderadamente.

Cauda

Inserção larga e forte; cauda longa e pesada, a última vértebra caudal deve chegar pelo menos ao nível do jarrete. Em repouso, a cauda cai ou é ligeiramente curvada para cima no último terço; quando o cão está em alerta, esta fica mais alta.

Membros anteriores

Generalidade: Visto de frente é sofrivelmente largo; de perfil os membros são direitos e paralelos.

Ombro: Omoplata obliqua, musculada e bem encostada à parede torácica.

Braço: mais longo que a omoplata. O ângulo entre a omoplata e o braço não é demasiado aberto.

Codilho: Junto ao corpo

Antebraço: Direito, dotado de uma ossatura forte e de uma musculatura seca.

Metacarpo: Visto de frente, está no prolongamento do ante-braço; visto de perfil é ligeiramente flectido.

Pés anteriores: Largos, dedos fechados, sólidos e fortemente arqueados.

Membros posteriores

Generalidade: Posterior moderadamente angulado e bem musculado; visto de trás, os posteriores são paralelos e não fechados.

Coxa: Forte, bem musculada e larga.

Joelho: Bem angulado, sem rodar, nem para dentro nem para fora.

Perna: Obliqua, bastante longa.

Jarrete: Moderadamente angulado, sólido.

Metatarsos: Visto de trás são aprumados e paralelos.

Pés posteriores: largos, dedos fechados, sólidos e fortemente arqueados.

Os presunhos são tolerados desde que não prejudiquem os movimentos posteriores.

Movimento

Movimento harmonioso com passadas de grande amplitude e de boa impulsão do posterior. O dorso é firme e não bascula excessivamente na vertical.
Os anteriores e posteriores movem-se num plano paralelo ao plano médio.

Pêlo

Variedade de pêlo curto (pêlo duplo): Pêlo de cobertura denso, liso, aconchegado e áspero; sub-pêlo abundante. Nas coxas apresenta franjas ligeiras, pêlo denso na cauda.
Variedade de pêlo comprido: Pêlo de cobertura liso, de comprimento médio; sub-pêlo abundante, na região da anca e sobre a garupa o pêlo é ligeiramente ondulado, franjas nos anteriores. Franjas cheias nas coxas. Pêlo curto na face e orelhas. Cauda densa.

Cor

Fundo branco com manchas de cor castanho avermelhado mais ou menos grandes (cão matizado) até formar um manto vermelho-castanho ininterrupto no dorso e nos flancos (manto completo); o manto " retalhado " (manchado de branco) é equivalente. O castanho avermelhado raiado é admitido. A cor castanha amarelada é tolerada. Procura-se a cor de carvão na cabeça; ligeiro vestígio de negro no tronco é tolerado.

Marcas brancas prescritas: Peito, pés, extremidade da cauda, lista à volta do chanfro, lista (sobre o chanfro que se prolonga à cabeça) e nuca.

Marcas procuradas: Colar branco - máscara escura simétrica.

Tamanho

Limite inferior: Machos: 70 cm e Fêmeas: 65 cm

Limite superior: Machos: 90 cm e Fêmeas: 80 cm

Os cães que ultrapassam o limite superior não serão penalizados se o seu aspecto geral for harmonioso e se o seu movimento for correcto.

Defeitos

Todos os desvios em relação ao que precede devem ser considerados como defeitos que serão penalizados em função da sua gravidade.

* Caracteres sexuais muito pouco pronunciados.
* Aspecto geral com falta de harmonia.
* Membros demasiado curtos em relação à altura ao garrote (cães de pata curta)
* Excesso de rugas na cabeça e no pescoço
* Chanfro demasiado curto ou demasiado longo
* Lábio inferior flácido e voltado para fora
* Falta de dentes excepto os PM1 (pré molares 1) e os M3. Dentes pequenos (especialmente os incisivos).
* Prognatismo inferior ligeiro.
* Olhos claros
* Pálpebras que fecham de forma defeituosa
* Dorso selado ou encarpado
* Garupa proeminente ou descida
* Cauda colocada enrolada sobre o dorso
* Ausência das marcas prescritas
* Anteriores virados para dentro ou fortemente virados para fora
* Posterior demasiado recto, em tonel ou em jarrete de vaca
* Movimento incorrecto
* Pêlo encaracolado
* Pigmentação incompleta ou ausente na trufa, em torno do nariz, nos lábios e nas pálpebras
* Cor de fundo defeituosa, por exemplo pintas ou pequenas manchas de castanho-avermelhado sobre o branco

Defeitos eliminatórios


* Cão medroso, cão agressivo.
* Prognatismo superior, prognatismo inferior marcado.
* Olhos azuis, um olho de cada cor.
* Entrópio, ectrópio.
* Pelagem totalmente branca ou totalmente castanha avermelhada (ausência da cor branca de fundo).
* Pelagem de outra cor.
* Tamanho abaixo do limite inferior.
* Todos os cães que apresentem de forma evidente anomalias de ordem física ou comportamental serão desqualificados.
* N.B.: Os machos devem ter dois testículos de aspecto normal completamente descidos no escroto.

O estalão modificado entrou em vigor a partir de Abril de 2004.

 

Patrocinadores

Facebook

Contactos

Rua D. Maria Ferreira da Cruz, n.º 58 Gueifães Maia, 4470-081
Tel: 229026924
Fax: 229060065
geral@cpcsb.pt